Confira 6 motivos para começar a investir em imóveis

Uma das partes mais importantes de se planejar o futuro é saber como investir o dinheiro para poder alcançar seus objetivos. Com a instabilidade financeira do País, investir em imóveis torna-se uma das melhores opções.

Se você está procurando aumentar seu patrimônio, fazer bons investimentos é essencial, independentemente do capital que você tem para investir. Dinheiro gera dinheiro, mas isso só é válido se você sabe como usá-lo.

Investir em imóveis é uma opção acessível para pequenos e grandes investidores, além de ser a escolha preferencial para quem tem um perfil mais conservador. Se ainda não está convencido de que essa opção é para você, preparamos uma lista com seis motivos que vão fazer você mudar de ideia. Confira!

1. Investir em imóveis é seguro

Quando se começa a entrar no mundo dos investimentos, uma das primeiras coisas que se aprende são os conceitos de investimentos de alto risco e de baixo risco. Investir em imóveis é considerado por muitos o tipo de investimento de menor risco possível.

Isso porque o imóvel é um patrimônio físico, que pode ser visto e tocado, ao mesmo tempo em que não é tão facilmente tomado. Não é afetado pela falência de bancos e nem mesmo o governo pode congelar esse tipo de bem.

O direito à propriedade é defendido pela constituição. Assim, a não ser que se decida vender, um imóvel é um investimento que será passado pelas gerações, o que faz dele não apenas uma boa escolha para o seu futuro, mas também para o futuro da sua família.

2. Potencial de valorização

Você já ouviu uma história de alguém que comprou um lote e, anos depois, vendeu por três vezes o valor de compra? Esse tipo de valorização não é garantido, mas não é incomum. Em maior ou menor grau, a tendência dos imóveis é sempre valorizar, e as chances de ocorrer uma desvalorização são muito baixas, o que reforça a segurança do investimento.

Essa valorização depende de vários fatores, como localização, urbanização dos arredores, surgimento de shoppings e diversificação do comércio local, entre outros. Comprar um lote ou projeto ainda na planta aumenta ainda mais a margem de valorização.

Acima de tudo, mesmo com os altos e baixos da economia, a demanda por imóveis nunca abaixa, já que todas as principais atividades da vida humana, como morar, trabalhar e se divertir ocorrem em imóveis. Dessa forma, mesmo que haja uma crise, assim que a economia se estabilizar, a valorização retornará a crescer.

3. Possibilidade de renda

Investir em imóveis também é uma excelente fonte de renda passiva, pelos mesmos motivos pelos quais sua tendência é valorizar. Sempre haverá pessoas procurando lugares para morar, principalmente em grandes centros urbanos.

Após a compra de sua primeira moradia, ao comprar outro imóvel, é possível alugar o que você está deixando para trás, e o aluguel pode ser usado para pagar parte das parcelas do novo, facilitando sua aquisição. Assim, ao terminar de pagar o financiamento, você terá uma segunda fonte de renda.

E, como já foi falado, essa renda é segura e estável. Por isso, é possível contar com ela como uma segunda aposentadoria, ou como fonte de renda para o seu filho que acabou de se formar e ainda está se estabelecendo financeiramente.

4. Aumento do patrimônio

Como foi dito no início do texto, investir em imóveis oferece grandes oportunidades de aumento de patrimônio. Isso é uma consequência direta do item acima. Ao escolher bem e com um bom planejamento, é possível criar um ciclo de geração de valor que permita a compra de ainda mais imóveis, aumentando seu patrimônio e, consequentemente, sua renda.

A partir do momento em que você consegue financiar um imóvel usando os aluguéis de outro imóvel, você já iniciou esse ciclo. E, enquanto estiver investindo, é possível continuar aumentando o patrimônio.

E não são apenas imóveis residenciais que estão disponíveis para investir. O mercado imobiliário é bem diversificado, com opções de residências, casas de veraneio, pontos comerciais, lotes e imóveis rurais.

Os lotes, em especial, têm o maior potencial de aumento do patrimônio, pois oferecem várias opções de uso — desde construir a casa dos seus sonhos até usar o lote como um estacionamento ou galpão para estoque de empresas enquanto espera o terreno valorizar.

5. Diversificação nos investimentos

O investimento em imóveis também é muito usado por investidores que estão procurando diversificar sua carteira de investimentos. Ações e poupança, por exemplo, têm mais liquidez, mas, pela segurança, a maioria dos investidores têm imóveis como um porto seguro para parte de seus investimentos.

E mesmo não tendo tanta liquidez, não quer dizer não haja nenhuma. Com as facilidades de negociação, é possível vender um imóvel a quase qualquer momento, pelo preço certo. Entretanto, vale a pena lembrar que o mercado imobiliário passa por períodos de maior e menor liquidez.

Independentemente disso, ao diversificar os investimentos, é mais fácil lidar com as crises, pois raramente todos os mercados são afetados do mesmo modo ou ao mesmo tempo. Portanto, mesmo que suas ações não estejam rendendo tanto, os aluguéis ainda estarão garantindo sua renda.

6. Proteção da inflação

Além de tudo isso, investir em imóveis é uma maneira de driblar a inflação, tornando esse tipo de investimento uma forma de proteger o poder de compra de seu dinheiro diretamente. Para quem pensa a longo prazo, trata-se de um benefício que não pode ser subestimado.

Isso se deve ao fato de que as parcelas do financiamento, aluguel e outros pagamentos relativos ao mercado imobiliário são atualizadas e indexadas usando como base o Índice Nacional de Construção Civil (INCC). Como esse índice é ajustado todos os meses e, normalmente, em uma taxa semelhante ao Índice Geral de Preços, essa atualização se traduz na anulação da inflação e na possibilidade de um ganho real consistente.

Não há como negar que investir em imóveis é um grande negócio. Sabendo aproveitar as oportunidades, é possível aumentar o patrimônio e ter uma renda estável e mais segura do que em outros tipos de investimento.

Se você está interessado em aumentar seu patrimônio ainda mais, preparamos um post com 6 práticas que podem ajudar. Boa leitura!

Camila

Comment (1)

  1. Como avaliar se um bairro é seguro para morar? - CINQ Desenvolvimento Imobiliário | Novo Urbanismo | Inovação
    29 de março de 2019

    […] buscam por excelentes imóveis que podem viabilizar comodidade e tranquilidade para a sua família. No entanto, para escolher um […]

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *